Região Santa Ifigênia

O Viaduto Santa Ifigênia, um elo de ligação entre o Centro Velho e o Centro Novo da Cidade de São Paulo,  teve suas obras iniciadas em 1910,  com inauguração em 26 de julho de 1913, na gestão do Barão Raymundo Duprat, sucessor do Conselheiro Antonio Prado, na Prefeitura.

Seu projeto, muito antigo, de unir os quarteirões da Santa Ifigênia, da Luz e dos Campos Elíseos, através de um viaduto, ao Centro da Cidade, demorou uma década inteira para ser concretizado, e em  sua construção, dirigida pelo Engenheiro Giulio Micheli,  foram utilizadas 1.100 toneladas de ferro, importado da Bélgica, razão pela qual é  considerado uma obra prima da arquitetura metálica, medindo 225 metros de comprimento,  13,60 metros de largura, com um parapeito de ferro forjado de extrema beleza artística.Até 1930, sob o Viaduto, havia um mercado de frutas e verduras formado por comerciantes que foram transferidos do antigo Mercado São João, que foi extinto, na época.

Na década de 1940 várias casas e galpões, que existiam sob o Viaduto, foram demolidos, dando espaço a um vasto estacionamento de carros e aos jardins do Parque Anhangabaú.O Viaduto foi transformado em calçadão, com a restauração ocorrida no ano de 1978.

Curiosidades:

·  Junto ao Viaduto está localizada a Igreja Santa Ifigênia (Basílica de N. S. da Conceição), uma das primeiras capelas da cidade. Ela começou a ser construída no início do século XIX, foi demolida e, em 1912, com dinheiro dos fiéis, foi reinaugurada, época em que  ganhou uma inspiração gótica, com  painéis do pintor Benedito Calixto.

·  A Igreja Santa Ifigênia era conhecida como “igreja dos sinos quebrados”, pois eles eram tocados com freqüência incomum. De 1930 a 1954, ela foi a catedral provisória da cidade, já que a nova sede da Sé estava em construção.

·  Toda sua estrutura foi importada da Bélgica.

 ·  José Oswald Nogueira de Andrade ( pai do escritor Oswald de Andrade ) foi o responsável pelo projeto, que foi apresentado à Câmara de Vereadores em 1901 e 1904.

·  Mais de R$ 2 milhões (750 mil libras) foram gastos para concretizar todo o glamour do Viaduto Santa Ifigênia. Juntamente com esse glamour, a construção trouxe para a cidade um problema: dizem que  foi aí que começou a dívida externa da cidade, já que esse valor foi obtido através de empréstimo da Inglaterra.

Serviços:
Viaduto Santa Ifigênia
Tem uma extremidade no Mosteiro São Bento e outra na Igreja Santa Ifigênia
tel.3229-6706
Horário: de Segunda a sábado, das 8h às 19h; exceto quinta, das 12h às 19. Domingos, das 8h às 12 e das 15h às 19h.

 A Rua Santa Ifigênia, continuação do viaduto, é especializada em produtos eletrônicos e lojas de instrumentos musicais.

Sempre que se fala em produtos eletrônicos e de informática, em montar ou atualizar as configurações de um micro-computador, logo vêm à cabeça da maioria dos consumidores o nome Rua Santa Ifigênia, local que é reconhecido, nacionalmente, como centro de compras de peças, acessórios e programas de informática.

Com atenção e uma boa pesquisa de preços, é possível se fazer uma boa compra com produtos de qualidade e segurança nas lojas da Rua Santa Ifigênia.

As lojas de informática da região se concentram ao longo de três quarteirões, entre a Rua dos Timbiras e a Rua dos Gusmões. Saliente-se que há algumas lojas fora desse raio. Daí a importância de se fazer uma pesquisa de preços, sem pressa, com muita paciência, caminhando pelos centros comerciais existentes na região, onde há inúmeros estandes de venda, com banheiros e praças de alimentação. Essa é a dica para se fazer boas compras.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*